quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Como conheci o Sam Smith e a lição que ficou


O meu encontro com o cantor Sam Smith poderia ser resumido em uma só palavra: surreal. Até agora não acredito que o vi de pertinho e que ele foi tão legal comigo e com todas as outras pessoas que estavam lá!
Eu e minha amiga já havíamos ido atrás da Cara Delevingne e da Rihanna, já que quando chegamos o Sam já havia ido para a Cidade do Rock, mas nossas tentativas de vê-las foram frustradas. Então, enquanto o show rolava, ficamos esperando o Sam na frente do hotel em que ele estava hospedado. Pensamos que ele viria direto pro hotel logo após o fim do seu show, e isso nos gerou vários mini-ataque cardíacos a cada vez que um carro suspeito parava na entrada do hotel! Sorte nossa que alguns amigos que estavam em casa assistindo a transmissão ao vivo do Rock In Rio confirmaram nossas suspeitas de que o Sam iria ficar para o show da Rihanna; assim pudemos relaxar um pouco até o fim do show da cantora.

Assim que nos confirmaram que o show da Rihanna havia acabado, corremos para o heliponto para tentar encontrar o Sam lá, já que ele voltaria de helicóptero com as meninas. Essa foi uma das partes mais emocionantes da madrugada, pois estávamos todos muito nervosos por saber que ele estava tão perto da gente! Acabou que quando chegamos lá, ele já havia saído junto com a Cara Delevingne. Rodamos um pouco atrás do carro deles, imaginando que talvez eles fossem para algum lugar comemorar o sucesso com seus shows no festival. No fim, a festinha rolou no hotel onde a Rihanna estava hospedada. Em pouco tempo estávamos na frente do Fasano, chegando junto com Sam e Cara. E então foi iniciado mais um momento de espera...

O que tornou a espera um pouco menos longa foi quando ele, Rihanna e mais alguns convidados brasileiros foram para a área de fumantes do hotel, que fica bem próxima do local aonde a gente estava. De lá, conseguimos ver um pouco deles e, o mais legal de tudo, conseguimos ouvir eles cantando alegremente e, óbvio, nada sóbrios! Rolaram vários covers, inclusive Beautiful da Christina Aguilera. As convidadas brasileiras até puxaram um dos sucessos da banda Fat Family (eu daria de tudo pra ter visto a cara do Sam e da Riri nessa hora, haha) em um momento. E assim, as horas passaram, até que por volta das 05:00, vimos Sam e sua equipe saindo do hotel. Ainda haviam fãs na frente do hotel, mas como a maioria estava lá pela Rihanna, ninguém pediu foto com o Sam e todos respeitaram ele. Vendo que ele não iria atender ali, nós fomos correndo de volta para o seu hotel e conseguimos chegar lá antes dele. Quando o carro dele chegou, parecia que meu coração ia sair pela boca. E agora, só de lembrar, me dá o mesmo friozinho na barriga!

Peguei minhas coisas bem rápido e já deixei a câmera do celular aberta, tudo pronto para não ter complicações caso ele passasse rapidamente por nós, como eu esperava que fosse acontecer. Eu cheguei a ficar paralisada quando o Sam saiu do carro; enquanto todo mundo o cumprimentava, eu só conseguia olhar pra ele, sem saber o que fazer! 

O mais legal foi que todo mundo respeitou o espaço do Sam. Foi ele quem deu o primeiro abraço, na minha amiga, e não queria mais largar ela! O segurança e o pessoal da equipe dele (um homem bem "saidinho" e uma mulher extremamente paciente) tentavam fazer com que ele entrasse no hotel o mais rápido possível, mas ele insistia que queria ir ao McDonald's. Chegava a ser engraçado ver ele discutindo com a própria equipe, falando: "Eu quero comida!" hahaha

É uma pena que ninguém tenha gravado um dos momentos mais fofos do dia, que foi quando, pela milésima vez, a moça de sua equipe insistiu para que ele entrasse no hotel. Em resposta à ela, Sam disse: "Eu não quero ir, eu quero ficar aqui com meu povo!". Nós todos nos desmanchamos em um coro de "Awww". Outro momento marcante foi quando o Sam entregou o seu próprio celular na mão da minha amiga, e os dois procuraram por um McDonald's próximo que estivesse aberto juntos! Foi inacreditável! Ele até chegou a andar em direção ao McDonald's e falar "Walk with me" (Andem comigo) pra gente. Se não fosse pela sua equipe falando que o local estava fechado, nós todos teríamos ido ao McDonald's com o Sam Smith, ninguém mais, ninguém menos que o maior vencedor do Grammy Awards de 2015!!! 
Depois de muito tempo tentando convencer o Sam a voltar para o hotel e comer lá dentro, sua equipe finalmente conseguiu fazer com que ele tirasse nossas fotos e entrar para o hotel. O resultado da maioria das fotos foi hilário, pois em muitas delas, Sam saiu com os olhos fechados e às vezes até jogando a cabeça para trás, fazendo todos nós rirmos. Fui a última da fila a conseguir tirar foto com ele, e não reclamo, pois nossa pose ficou bem fofa, até hehe. Nos despedimos do Sam, que por fim entrou no hotel, e surtamos mais um pouco, sem acreditar que tudo aquilo havia acabado de acontecer.

No dia seguinte, percebi que todos os sites que falaram sobre o ocorrido só mostravam as fotos do Sam com seus fãs homens. Fiquei com um pé atrás por isso, mas deixei passar. Depois, vi uma matéria falando sobre uma blogueira que dizia ter sido "esnobada" pelo Sam. Fui atrás do que ela disse, e não achei nada de mais, comparado com os comentários que as outras pessoas que nem sequer sabiam como ele havia tratado os fãs estavam fazendo. Eu, que sou uma pessoa extremamente da paz e que muitas vezes mordo a língua para não falar nada, fiquei revoltada ao ver todas aquelas pessoas chamando o Sam de machista/misógino sem nem saber o que havia acontecido! Não aguentei, mencionei várias vezes o Popline, indignada, contando minha história. E foi então que, pra minha surpresa, eles me chamaram para contar como foi a minha experiência ao site, para postar numa matéria com um outro lado dessa história. Eu, que queria tirar essa imagem de machista com a qual algumas pessoas ficaram do Sam, topei na hora. Enviei minha história a eles, e, para o meu choque, a postagem na página do Portal Popline no Facebook com o meu relato já atingiu mais de 10.000 likes
Depois disso, que foi uma das coisas mais corajosas que eu já fiz, acho que aprendi a lição: nem sempre ficar calada é a melhor opção.

Eu e o cantor Sam Smith, na manhã do dia 27, em frente ao seu hotel em Ipanema 

3 comentários:

  1. Meu deuss!!!!! Além de conhecer o Sam, vc quase foi pro McDonalds com ele.. Ai sim!!!
    Fiquei com uma invejinha boa... Parabéns por ter conhecido, parabéns pela determinação :)

    www.frantrajai.com.br

    ResponderExcluir
  2. Aii que sortuda ❤ Eu vi as fotos, e ele realmente está bem engraçado em algumas, mas a sua ficou muito fofa. Aliás, parabéns, pela determinação e conquista!
    http://www.lagrimasdediamante.com/

    ResponderExcluir